Workshop de escrita criativa na Barquinha‌

“Agarrar a musa, antes que ela nos deixe pelos cabelos” é o mote para um workshop de escrita criativa que Nuno Garcia Lopes vai dar no Centro de Estudos de Arte Contemporânea (CEAC) de Vila Nova da Barquinha, nos próximos dias 2 e 3 de março, a partir das 20h30.

A primeira noite tem como sinopse “Como pescar uma tágide” e “Fazer amor que arde sem chatear o Camões”, ao passo que a segunda noite será dedicada aos temas “Por este rio de letras abaixo” e “Como limpar o Tejo e outros cães”.

Nuno Garcia Lopes nasceu na Linhaceira. Tem dedicado a maior parte da sua vida a jogar com as palavras, como professor, jornalista, técnico de comunicação, editor, revisor ou tradutor. Mas é como escritor ou contador de histórias que mais gosta de estar, especialmente na companhia dos leitores ou ouvintes que são a razão de ser de quem o faz. Publicou cerca de dezena e meia de livros, principalmente de poesia e literatura infanto-juvenil. Em 2017 ganhou os prémios de poesia Irene Lisboa e de conto António Serrano, enquanto a sua narrativa “Um rapaz chamado Moisés” foi publicada em Espanha.

Este workshop é organizado pela Cooperativa Cultural Mercado das Artes, e tem um custo de 20 euros para sócios e 25 euros para não sócios. As inscrições podem ser feitas através dos email [email protected].com ou telemóvel 933 602 625.

“Agarrar a musa, antes que ela nos deixe pelos cabelos” é o mote para um workshop de escrita criativa que Nuno Garcia Lopes vai dar no Centro de Estudos de Arte Contemporânea (CEAC) de Vila Nova da Barquinha, nos próximos dias 2 e 3 de março, a partir das 20h30.

A primeira noite tem como sinopse “Como pescar uma tágide” e “Fazer amor que arde sem chatear o Camões”, ao passo que a segunda noite será dedicada aos temas “Por este rio de letras abaixo” e “Como limpar o Tejo e outros cães”.

Nuno Garcia Lopes nasceu na Linhaceira. Tem dedicado a maior parte da sua vida a jogar com as palavras, como professor, jornalista, técnico de comunicação, editor, revisor ou tradutor. Mas é como escritor ou contador de histórias que mais gosta de estar, especialmente na companhia dos leitores ou ouvintes que são a razão de ser de quem o faz. Publicou cerca de dezena e meia de livros, principalmente de poesia e literatura infanto-juvenil. Em 2017 ganhou os prémios de poesia Irene Lisboa e de conto António Serrano, enquanto a sua narrativa “Um rapaz chamado Moisés” foi publicada em Espanha.

Este workshop é organizado pela Cooperativa Cultural Mercado das Artes, e tem um custo de 20 euros para sócios e 25 euros para não sócios. As inscrições podem ser feitas através dos email [email protected].com ou telemóvel 933 602 625.

Scroll to Top